Pesquisar Apaes

Você deseja ir para qual instituição Apae? Clique nas setas para visualizar as opções.

Estado

Unidade

APAE de São Mateus do Sul investe em sistema de energia solar

Sistema entrou em operação no dia 12 de fevereiro de 2019, após vistoria e substituição do sistema de medição, realizado pela Copel Distribuição S/A

Na busca constante de redução de custos, incentivo à sustentabilidade e conscientização dos alunos, bem como da comunidade de maneira geral, a APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de São Mateus do Sul – PR decidiu pelo investimento em energia fotovoltaica em sua sede.

A catarinense Quantum Engenharia foi a empresa contratada para projetar e instalar o sistema de energia solar na APAE de São Mateus do Sul – PR. O sistema tem potência total de 13,25kWp, conta com 50 módulos fotovoltaicos de 265Wp e deve atender à 94% da demanda atual de energia da instituição. O ganho de sustentabilidade da APAE por ano é equivalente à preservação de 229 árvores, além de deixar de emitir 8.942 kg de CO² para a atmosfera. O sistema entrou em operação no dia 12 de fevereiro de 2019, após vistoria e substituição do sistema de medição, realizado pela Copel Distribuição S/A.

Exemplos mostram inclusive que a instalação de placas fotovoltaicas é uma realidade até mesmo em pequenas cidades. Em Santa Catarina, a Escola Básica Municipal João Pacheco de Miranda Lima (CAIC), de Três Barras, implantou o sistema de energia solar. Com as placas, podem produzir até 50% do exigido pela Escola, e se o consumo da unidade no período for menor do que a energia gerada, ainda pode ser entregue à Celesc e utilizada posteriormente em forma de crédito de energia na conta. O projeto da CAIC tem potência total instalada de 26,4 kWp. A geração anual de energia será de 31.986,5 kWh.

Em média o payback – tempo necessário para pagar o investimento com a economia na conta de energia – para o investimento em geração fotovoltaica é de cinco anos. Ou seja, em 5 anos o valor do investimento no sistema é pago e, como os painéis fotovoltaicos duram pelo menos 25 anos, os outros 20 anos serão de economia.

Limpa e econômica, a energia solar conquista cada vez mais espaço. A modalidade é acessível também para residências, comércios e indústrias. O objetivo é atingir 23% em participação de fontes renováveis na matriz energética até 2030 no Brasil. A previsão é de que, em 2024, mais 1,2 milhão de usuários tenham adaptado sua produção e consumo de energia. “O uso de placas fotovoltaicas tem aumentado exponencialmente. Trata-se de uma forma de energia limpa, sustentável, com um ótimo custo-benefício. O retorno do investimento se dá em cinco anos, além disso, a economia ocorre a longo prazo”, explica o presidente da Quantum Engenharia, Gilberto Vieira Filho.

 

Reportagem: Rádio Difusora do Xisto

 

Endereço:
Rua: João Bettega, 1014 • São Mateus do Sul • PR
E-mail:
saomateusdosul@apaepr.org.br
Telefone:
(42) 35322464